balestrino

10 cidades abandonadas/ 10 abandoned cities


Parte do artigo publicado em 6 de julho de 2008 no site WebUrbanist. Para ler o artigo original em inglês clique aqui. Part of the post published in July, 6, 2008 on the website WebUrbanist. To read the original post in English hit here.

1. A cidade Kowloon Walled foi construída muito próxima a Hong Kong, China, durante o período em que esta esteve sob o domínio inglês. Inicialmente um posto de vigia para proteger a área contra piratas, ela foi ocupada pelo Japão durante a II Guerra Mundial e logo em seguida ocupada por posseiros após a retirada do Japão. Nem a Inglaterra nem a China quis ter responsabilidade sobre a área então ela se transformou numa cidade sem lei.

Por décadas a população aumentou, e os moradores contruíram corredores labirínticos abaixo do nível da rua, que eram bloqueados com lixo. Os edifícios foram ficando tão altos que a luz do sol não podia alcançar os níveis mais baixos e toda a cidade teve que ser iluminada com luz fluorescente. Era um lugar onde todas as atividades clandestinas e ilegais aconteciam sem ser molestadas  pelas autoridades. Isso terminou em 1993, quando uma decisão mútua entre autoridades chinesas e inglesas pôs um fim a tudo isso.

2. A pequena cidade de Oradour-sur-Glane na França é o palco de um indizível horror. Durante a II Guerra Mundial, 624 moradores foram massacrados pelos soldados alemães como punição pela resistência francesa. Os homens foram levados para silos e feridos com tiros nas pernas, pois assim eles morreriam mais devagar. As mulheres e as crianças, que buscaram abrigo numa igreja, foram todas mortas quando tentaram escapar de lá. Após essas atrocidades os alemães arrasaram a aldeia e as ruinas permanecem como um memorial a essas mortes.

3. Kolmanskop é uma pequena cidade localizada a poucas milhas por terra do porto de Lüderitz na Namibia. As tempestades de areia caminharam para cima de cada edifício na cidade, onde houve no passado uma cidade de mineração de diamante e que foi abandonada em 1956 quando a extração diminui e áreas mais ricas em diamante foram achadas em outras áreas. Hoje nela só vivem pássaros, hienas e outros animais.

4. Humberstone no Chile foi uma cidade que cresceu rapidamente entre os anos 20 e o início dos anos 40 do século XX, aproveitando a riqueza e a prosperidade advinda da mineração e do processamento de nitrato de potássio, também conhecido como salitre. Quando o salitre sintético foi inventado a cidade entrou em declínio e sua população começou a diminuir até que em 1961 ela ficou completamente vazia. Desde então, as areias do deserto foram entrando pelos edifícios que sobraram, que ainda possuem mobilia e utensílios. A cidade foi considerada Patrimônio Mundial e será preservada como um monumento histórico.

5. Wittenoom na Austrália já foi o local de moradia de 20.000 pessoas nos seus tempos de mineração. A mineração de amianto terminou antes que os riscos a saúde do uso do amianto se tornassem conhecidos nos anos 60, e 1.000 moradores morreram em decorrência de doenças por causa do amianto. Os moradores restantes deixaram a cidade, a não ser por 8 pessoas que ainda vivem lá atualmente. Ainda existe espalhado pela cidade fibras de amianto.

6. A apenas 30 minutos ao sul de Chicago nos Estados Unidos fica Gary que foi criada como uma cidade operária pela US Steel em 1906. Quando a indústria do aço teve uma recessão nos anos 60, a cidade entrou em decadencia em nunca mais se recuperou. Gary está começando a mostrar sinais de revitalização e ainda é local de moradia de centenas de pessoas, mas pela forma como está sua área central isso não parece verdade.

7. Ruby, Arizona, Estados Unidos é uma das cidades fantasmas do Arizona melhor preservadas, mas você só pode vê-la se ajudar no esforço de restauração. Ela foi fundada como uma área de mineiração, produzindo principalmente cobre, chumbo e zinco. No seu pico em meados dos anos 30 a população de Ruby chegou a 3.000 habitantes. A população diminui quando nos anos 50 a mina foi fechada. Os poucos edifícios que permanecem incluem a prisão, a escola, os escritórios da mina e algumas casas.

8. A sinistra cidade de Agdam, em Azerbaijan já foi uma próspera cidade de 150.000 habitantes. Isso perdeu-se em 1993 durante a guerra Nagorno Karabakh, e ainda que a cidade não tenha participado dos combates, ela foi vítima do vandalismo enquanto estev ocupada por armenios. Os edifícios estão destruídos e vazios, e somente a mesquita coberta de graffiti permanece intacta. Os moradores de Agdam foram removidos para outras áreas de Azerbaijam e também para o Irã.

9. Localizada no sul da Indía no estado de Madhya Pradesh, Mandu já foi a capital do estado mulçumano do norte da India e encontra-se abandonada há mais de 400 anos. A velha cidade ocupa um grande platô dobre o rio Narmada e é a o local de um grande número de reluzentes ruinas, incluindo um palácio real e uma mesquita. O Palácio Nil Kanth é um importante local de peregrinação de devotos da deusa indú Shiva. Hoje a cidade é moradia somente de algumas tribos de ciganos que moram na parte mais alta do platô.

10. Balestrino, na Itália, é uma cidade medieval localizada numa estonteante colina a 70 km de Genova. Tendo sido propriedade da abadia beneditina de San Pietro dei Monti, Balestrino começou a perder sua população no final do século 19 quando os terremotos abriram fendas na região e estragaram muitas propriedades. Em 1953 a cidade foi abandonada devido a sua “instabilidade geológica”. A parte da cidade que permaneceu entocada desde essa época está sendo atualmente objeto de um plano de revitalização.

24 pensamentos sobre “10 cidades abandonadas/ 10 abandoned cities

  1. Adorei.sempre quiz saber se existia mesmo cidades abandonadas quem sabe um dia eu va conhecer uma.

  2. Kalebe, vou pesquisar melhor, mas tudo que achei até aqui sobre Hanuda informa que a existência da cidade é uma lenda. Vc tem informações para me passar? Abs, Cecilia

  3. Ninguém fala sobre hanuda, situada no japão
    é uma cidadela fantasma também, e muita coisa aconteceu por lá….

  4. Meu, é coisa de louco, nunca imaginava que existisse cidades abandonadas, gostaria muito de conhece-las, achava que essas coisas era só de filmes de faro-este.

  5. No Brasil, existe a cidade de Fordlândia criada no Pará plo americano Henry Ford, já que este queria acompanhar a produção de latex para a a fbricação de pneus que até então eram dependentes do produto dos seringais. Como foi um enorme fiasco esse cidade foi abandonada e a hoje se encontra assim. Procure no google, existe até um documentario sobre a mesma.

  6. Adorei saber que realmente é verdade que existem cidades abandonadas…que não é somente estorias de filmes.
    Ainda quero conhece-las…

  7. legal pra caramba. E a cidade de Centralia. Tenebrosa a cidade, sai fumaça do chao muito esquisito, muitas placas de perigo, pegaram uma bela cidade pra ter base no jogo.

  8. Resposta para Zek.
    Shernobyl = Chernobyl é o nome dado para a parte de contaminação após a explosão do reator nuclear 4 próximo a cidade de Prypiat,a cidade citada no jogo tem o nome de Chernobyl porque é equivalente a sua tradução “grama/mato preto” que foi a reação quimica após a explosão que destruiu a mata/plantação próxima e contaminou o ar,mas o verdadeiro nome da cidade é Prypiat.
    A cidade de Prypiat deveria ser citada por ter sido uma das piores causas do ser humano (pior que a própria bomba atirada no Japão pelos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial) e é conhecida como a cidade fantasma,nenhum habitante poderá viver por lá por (+/-)300 anos por causa de sua contaminação.

  9. e shernobyl? o call of duty 4 esta perfeito vi essa comparação de fotos reais e do jogo e esta perfeito pesquisem k vão encontrar

  10. Pelo jeito existe sim!
    De nome pelo menos, há uma Raccoon em Kentucky, mas acho que nenhuma ao estilo Resident Evil =/!

  11. Não sei lhe responder Lion. Quem sabe alguns dos leitores possa nos dizer se ela existe.

  12. ^ Eu já ia dizer “Silent Hill é jogo, e essas são reais!” , mas decidi pesquisar e… Existe mesmo!

    Mas não é Silent Hill. É uma cidade chamada Centralia, localizada na Pensilvânia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s