petrol-9552

Do outro lado do muro/In the other side of the wall


Assisti esses dias ao filme A vida dos outros” (está em cartaz) que mostra de uma forma comovente a repressão do regime comunista na antiga Alemanha Oriental, já no período final do regime. No filme, a repressão passa pela falta de liberdade de expressão, para intelectuais e artistas, ainda que a questão central seja a capacidade do homem de empatizar com a estória de outro ser humano.

I watched some days ago the “Das Leben der Anderen” movie, that shows in a touching way the communist regime repression in the former German Democratic Republic. In the movie, the focus is in the lack of expression freedom to intellectuals and artists, but the mainly point in the human capacity to emphasized with the other human being history.

Foi isso que fez com que eu me detivesse num antigo que o jornal inglês The Guardian publicou ontem, sobre uma exposição de fotografia de alemães (ex-orientais) que está percorrendo a Inglaterra.

Because that I stopped to read an article The Guardian published yesterday, about a German (ex-western) photographers exhibition that is running England.

O curador da mostra, Matthew Shaul, diz no artigo que felizmente a elite da Alemanha Oriental era em termos artísticos esnobe, e não se dignava a olhar o que era produzido pelos fotógrafos como arte, o que permitiu a eles total liberdade de ação. Shaul compara essas fotos às do famoso fotógrafo francês Cartier-Bresson, por seu forte poder como documento.

The exhibition curator, Matthew Shaul, said in the article that fortunately the ex-Western German elite was intellectually snob, and didn’t think that photography was art, and because that they had freedom to take as picture as they want. Shaul compares this photos with the Cartier-Bresson ones. For him they have the same history documenting power.

As fotos que encontrei no site do jornal são realmente muito bonitas, mostram belas cenas de cotidiano. Vejam essas:

There was some beautiful photos in the Guardian website, and I chose these below to post here.

Pier em Muritz – por Arno Fischer – 1956

Funeral de Wilheim Pieck em Berlim – por Arno Fischer – 1960

Crianças em frente ao Hotel Hermitage – Leningrado – por Arno Fischer – 1964
Manifestação de 1º de Maio – por Ursula Arnold – 1965

Recepcionista da Prefeitura- Leipzig – por Evelyn Richter – 1975

Posto de Gasolina – Altenburg – por Erasmus Schroeter – 1985

Um pensamento sobre “Do outro lado do muro/In the other side of the wall

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s