1144

A “sopa” de plástico do Oceano Pacífico/ The Pacific Ocean plastic “soup”


Uma sopa de lixo de plástico que flutua no Oceano Pacífico está crescendo numa taxa alarmante e agora cobre uma área de duas vezes o tamanho dos Estados Unidos, dizem os cientistas.

A grande expansão dos pedaços de plástico – de fato a maior quantidade de lixo no mundo jogada fora – está sendo concentrada em uma determinada área pelo movimento circular das correntes marítimas. Esta sopa em movimento expande-se por cerca de 500 milhas náuticas a partir da costa da Califórnia, cruza o norte do Pacífico, passa o Havaí e chega quase ao Japão.

A “plastic soup” of waste floating in the Pacific Ocean is growing at an alarming rate and now covers an area twice the size of the continental United States, scientists have said.

The vast expanse of debris – in effect the world’s largest rubbish dump – is held in place by swirling underwater currents. This drifting “soup” stretches from about 500 nautical miles off the Californian coast, across the northern Pacific, past Hawaii and almost as far as Japan.

Charles Moore, um oceanógrafo americano que descobriu a “Grande área de lixo do Pacífico” ou o “vórtice de lixo”, acredita que cerca de 100 milhões de toneladas de dejetos estão circulando na região. Marcus Eriksen, um diretor de pesquisa da fundação de pesquisa americana Algalita Marine, fundada por ele, disse ontem: “A idéia que as pessoas tem sobre isso é que há uma ilha de lixo de plástico sob a qual se pode andar em cima. Não é assim. É mais como uma sopa de plástico.”

Charles Moore, an American oceanographer who discovered the “Great Pacific Garbage Patch” or “trash vortex”, believes that about 100 million tons of flotsam are circulating in the region. Marcus Eriksen, a research director of the US-based Algalita Marine Research Foundation, which Mr Moore founded, said yesterday: “The original idea that people had was that it was an island of plastic garbage that you could almost walk on. It is not quite like that. It is almost like a plastic soup.”

Curtis Ebbesmeyer, um oceanógrafo e um técnico que controla os dejetos de plástico em praias, vem acompanhando o aumento do lixo de plástico nos oceanos nos últimos 15 anos e compara o vórtice de lixo a uma entidade viva: “Ele se move em círculos como um grande animal sem controle” Quando esse animal se aproxima da terra, e isso acontece no arquipélago havaiano, o resultado é dramático. “A área de lixo de derrama sobre a praia, e você tem uma praia coberta com esse confete de plástico.”

Curtis Ebbesmeyer, an oceanographer and leading authority on flotsam, has tracked the build-up of plastics in the seas for more than 15 years and compares the trash vortex to a living entity: “It moves around like a big animal without a leash.” When that animal comes close to land, as it does at the Hawaiian archipelago, the results are dramatic. “The garbage patch barfs, and you get a beach covered with this confetti of plastic,” he added.

Historicamente o lixo que chegava aos oceanos era biodegradável. Mas os plásticos modernos são tão duráveis que objetos com mais de 50 anos podem ser encontrados na área do norte do Pacífico. O Sr. Moore disse que porque o mar de lixo é translúcido e está numa superfície de água, ele não pode ser detectado em fotografias de satélite. “Você só o vê da proa dos navios”.

De acordo com o Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas, os refugos de plástico causam a morte de mais de um milhão de pássaros marinhos todos os dias, e também de mais de 100 mil mamíferos marinhos. Seringas, filtros de cigarro e escovas de dente tem sido encontradas no estômago de aves mortas, que as confundem com comida.

Precisamos parar de jogar lixo nas ruas, rios e mares. Pense nisso!

Historically, rubbish that ends up in oceanic gyres has biodegraded. But modern plastics are so durable that objects half-a-century old have been found in the north Pacific dump.Mr Moore said that because the sea of rubbish is translucent and lies just below the water’s surface, it is not detectable in satellite photographs. “You only see it from the bows of ships,” he said.

According to the UN Environment Programme, plastic debris causes the deaths of more than a million seabirds every year, as well as more than 100,000 marine mammals. Syringes, cigarette lighters and toothbrushes have been found inside the stomachs of dead seabirds, which mistake them for food.

We have stopping throw garbage in streets, rivers and oceans. Think about that!

(Esse artigo é parte do publicado no jornal britânico The Independent. Para ler o original clique aqui. Também existe um outro artigo sobre isso no website Superuse. Para lê-lo clique aqui. Para ver uma animação do lixo caminhando no Oceano Pacífico feita pelo Greenpeace clique aqui)

(This post is part of one published in 5 February 2008 in the british newspaper The Independent. To read the original news hit here. There are also a post about that subject on the webside Superuse. To read it hit here. To see a Greenpeace animation about the run of the garbage in the Pacific Ocean hit here)

29 pensamentos sobre “A “sopa” de plástico do Oceano Pacífico/ The Pacific Ocean plastic “soup”

  1. Precisamos de atitudes diárias, começando por nós próprios, não basta ver, se emocionar, precisamos de atitude ou vamos ter praias de lixo, sem vida, apenas água, e suja ! .. S.O.S planeta terra !! ..

  2. eu trabalho em uma area portuaria em manaus, e é incrivel a visao de lixo passando no rio negro. o governo nao faz nada como elaborar leis rigidas para conter esse mal comportamento das pessoas e so se preocupam em encher os bolsos de dinheiro mas eles se esquecem que tem filhos e talves os mesmos seram afetados futuramente. eu estou ipressionado com essa ilha no atlantico as proporçoes sao gigantescas, se nao for tomadas alguma providencia todos perderemos, pesso em nome de todas crianças do mundo que se fassa alguma coisa, estamos antecipando o fim do mundo, vamos nos unir consientizar os iguinorantes que o mundo é muito grande e jamais será poluido

  3. O feitiço virou contra o feiticeiro.
    E todos aplaudimos e nos vangloriamos das inveções, e da evolução das embalagens. E agora estão elas aí a nos causar transtornos, preocupações e, por que não dizer, vergonha.
    Entendo que algo precisa ser feito. Não podemos seguir com a postura de que não temos nada com isso.
    Rui Natal

  4. Gostaria de saber o que está sendo feito para resolver ese absurdo!
    Não dá para ficarmos com os braços cruzados apenas fazendo campanhas para não mais jogarmos lixo nos lugares inadequados… e o que será feito com esse que já está lá? Até quando permitiremos que a fauna marinha pereça sob essa monstruosidade? Será que as grandes potencias mundiais, ou mesmo as grandes empresas petrolíferas – a BP por exemplo que despejou no oceano, bilhões de toneladas de petroleo durante meses – não poderiam financiar expedições para retirar e reciclar todo esse lixo? Sei que levaria anos, mas, quanto tempo será preciso para a desintegração deste? até quando nosso planeta sobreviverá à nossa falta de cuidado?

  5. Redes recolheriam peixes junto ao lixo. Aspiradores recolheriam plancton que e base da cadeia alimentar marinha. So parar a producao de lixo resolve. Mas mania do homen e tentar consertar ao inves de nao criar o problema.

  6. Em todos os oceanos há cinco grandes ilhas de plasticos que são formadas por correntes maritimas, para acabar com isso temos que mudar a forma de consumo e de descarte de lixo. há 3 ações a tomar, reduzir o consumo, reutilizar os produtos e recursos e por útimo reciclar. o Video “Histórias das coisas” explica muito bem sobre nossos problemas ambientais.

  7. Olá amigos, acredito que esse plástico pode ser removido com o auxílio de grandes balsas com um tipo de rede gigante, ou aspirador acoplado para filtrar grande parte do plástico, o plástico removido pode ser utilizado como combustível, ou, pode ser reciclado para a fabricação de novos produtos.
    Tenho certeza que pensando bem, existe uma boa solução, o problema é que não irão investir na solução sem o retorno financeiro.

  8. um tecnico de segurança em uma reunião disse que partindo do chile da par chegar lá. esta no rumo da ilha de pascoa

  9. Pingback: Linhas na Areia » Plastic Soup

  10. Cecilia Lucchese, você me respondeu e eu nem agradeci. É que só hoje voltei à esta página.
    Muito obrigado pelas resposta.

    Abraços!

  11. O interessante ,é que a partir da década de 80 perdemos a coragem de criticar o Capitalismo, como sendo um sistema que constroi, destruindo o que encontra pela frente.A industria automobilistica que recebeu incentivos (bilhões de dolares) no EUA e tambem aqui no Brasil é adialética da construção e destruição.
    Sob o pretexto de evitarmos confrontar o Capitalismo ao velho Socialismo(Capitalismo de Estado) nos tornamos zumbis. e refens de uma ideologia capitalista monstruosa e auto destruidora.

  12. É inacretitavel que as autoridades ainda naum se conseentizaram, e não tomaram nenhuma medida cabivel para resolver tal coisa, ou pelo menos diminuir pouco a pouco tal sujeira.
    “viver bem é uma questão de escolha”

  13. e o que seria feito com o lixo tirado? teria alguma sugestão, considerando que de qualquer maneira, direta ou inderetamente algum processo de transformação da matéria, ( plastico no caso) iria agredir o meio ambiente?

  14. boas.. o meu nome e’ Joao. a ideia k a bruna disse ka esta sendo aplicada.. mas de pouco serve. para quem quiser ver essa tal sopa de plastico tem ai uma pequena reportagem que foi feita no brasil

    pelo k parece ja existem ilhas proprias so para por lixo. vejam ate ao fim..

  15. eu tambem acho que esta internet nao e confiavel pois so tem mentiroso e burro que nao tem o que fazer e so ficam conversando fiado e nao sabem nada do mundo

  16. Bruna acho uma ótima idéia. Só que precisamos ao mesmo tempo ações de conscientização ambiental para que as pessoas parem de jogar lixo na rua e nos córregos e rios, porque senão recolher o lixo do mar será um trabalho eterno.

  17. oi meu nome e bruna eu sou uma grande amante da natureza (EU TENHO UMA SUGESTAO:EM VEZ DE USAR AS REDES DE PESCA PARA PESCAR PODIAM COMEÇAR A USAR PARA TIRAR AOS POUCOS AS CAMADAS DE LIXO POUCO A PUOCO

    DE:BRUNA HELLEN DE CASTRO DANTAS BARBOSA
    PARA:CECILIA LUCCHESE

  18. É isso que este ser que se diz humano está fazendo com a nossa casa.
    Depois disso não duvido mais de nada, e o que mais grave e que não ouço dizerem nada para resolver ou pelo menos minizar essa situação. É o apocalipse.

  19. Jés você pode tentar a Algalita Marine Research Foundation em http://www.algalita.org/research.html, onde tem alguns relatórios de pesquisa em espanhol e em inglês. Outro relatório você encontra em http://www.mindfully.org/Plastic/Moore-North-Pacific-Central-Gyre.htm, ou ainda essa reportagem da NBC News, que diz que cientistas da Universidade do Havaí estão estudando a “sopa plástica” :http://www.abc.net.au/news/stories/2008/02/17/2164780.htm

  20. Conheço algumas pessoas que já estão começando a contestar a veracidade deste fato. Dizem que as fontes da internet não são confiáveis.
    Gostaria de saber se vc conhece sites de empresas/entidades de pesquisa/etc. que reconheçam o fato como verdadeiro. Queria mostrar pra esse pessoal que acha que tudo vai bem com o Meio Ambiente.

    Obrigado!

  21. Luciana não dá para ter uma foto de cima, de avião ou de satélite, porque os pedaços de plástico são translúcidos e eles se confundem com a água, à distância. Mas fotos dos que já navegaram no meio desse lixo todo eu também não achei, apesar que temos que lembrar que é uma “sopa”, isso é o lixo não está concentrado, e talvez não houvesse jeito de tirar uma foto que exprima esse horror.

  22. Olá gostaria de ter fotos que mostrassem de cima essas toneladas de lixo… queria poder repassar isso pra conscientizar a população o planeta é nosso e temos q preserva-lo!!!!!
    É mto triste ver no que transformamos nosso lindo paneta, em um “saco de lixo” gigante!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s