131

A arquitetura dos edifícios-garagem


O novo livro de Simon Henley, A Arquitetura dos Estacionamentos (Thames & Hudson Ed.), traz um olhar objetivo sobre os estacionamentos de automóveis, um das mais negligenciadas tipologias de edifícios de nossos dias, e consegue revelar uma estranha beleza. Veja alguns exemplos.

Um cilindro de 7 andares …. Parc des Celestins, em Lyon, França, projetado por Michael Targe, Jean-Michel Wilmotte e Daniel Buren em 1994. A foto é uma cortesia do Lyon Parc Auto

Rua Pydar, Truro, Inglaterra.

“Um arquiteto que tem procurado enfatizar a solidez da arquitetura” … Edificio Takasaki Parking, em Gunma, Japão. A foto é cortesia de Kengo Kuma & Associates de 2001.

Marine Parade, Worthing, Inglaterra. Foto de Sue Barr/Thames & Hudson

“Usando a expressão formal para ultrapassar os problemas da qualidade da construção”… O Centro Tricorn, Portsmouth, Inglaterra, projetado por Owen Luder Partnership é um exemplo da arquitetura brutalista inglesa. Foto de Sue Barr/Thames & Hudson.

“É uma réplica de uma grelha de radiador mutante de antes da guerra….” Rua East Lake, 60, Chicago. A foto é cortesia de Tigerman Fugman McCurry.

Brighton Marina, Inglaterra – o empreendimento inicial foi fechado em 1979 e após ter sido construído somente o estacionamento de carros. Foto Sue Barr/Thames & Hudson

Rua Calderwood, Woolwich, Inglaterra. Foto de Sue Barr/Thames & Hudson

‘As rampas de entrada e saída são entrelaçadas numa interessante dupla hélice”… Car-Park Rotundas, Aeroporto de Hamburgo, Alemanha. A foto é uma cortesia de Von Gerkan, Marg & Partner.

‘Ilustra maravilhosamente a bela convergência entre o material utilizado e a composição geométrica” … Debenhams, Rua Welbeck, Londres, Inglaterra, projeto de Michael Blampied. Foto de Sue Barr/Thames & Hudson.

Estacionamento n.º 1, Chicago, 1955, projeto de Shaw, Metz & Dolio. 11 pisos de concreto e centenas de cabos de aço fazem um edifício de linhas finas e compactas.

Marina City, Chicago, 1962, projeto de Bertrand Goldberg. Cada um dos edifícios – espiga de milho -de 60 andares tem uma base de 19 andares que é uma rampa helicoidal com 1 km de extensão, da entrada até a última vaga de estacionamento.

Sede da Braun, Melsungen, Alemanha, 1986-92, projeto de Stirling Wilford & Associates com Walter Nageli. Uma lírica jornada de carro do interior da Alemanha ao topologicamente abstrato conceito de estacionamento de automóveis da imaginação de James Stirling.

(via The Guardian e The Architect’s Website)

4 pensamentos sobre “A arquitetura dos edifícios-garagem

  1. Pingback: Tweets that mention A arquitetura dos edifícios-garagem « THE URBAN EARTH -- Topsy.com

  2. Hilanna o livro está em inglês. Sugiro algum site de compras de livros internacional, como o Amazon ou o Abebooks. Procure pelo nome do autor. Boa sorte.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s