kensington_market_toronto_ek_2004_9_xlarge

Bons espaços públicos 2 – Great public spaces 2


No website Great Public Spaces os leitores elegem seus locais preferidos e enviam comentários e fotos para serem lá publicadas. Veja quatro exemplos de locais que os leitores, e o website, acham bons lugares. Eu publico hoje o segundo exemplo desses espaços. Descubra como isso é feito e fica aqui um convite para que você me envie fotos dos seus locais preferidos e seus comentários, que eu publicarei no blog. Vamos eleger nossos bons espaços públicos.

Kensington Market – Toronto – Canadá / Kensington Market – Toronto – Canada (hit here to read the text in English) local submetido por Andrea Winkler

Porque esse local é marcante?

Um agitado bairro no coração de Toronto, a oeste de Chinatown, Kensington tem fama na cidade por suas bancas na rua que vendem de tudo, desde peixe fresco até molhos de pimenta. Pequenas casas ao longo de ruas labirínticas com placas das lojas em todo o mercado fazem dele um bairro muito especial e amado.

O mercado Kensigton está situado no coração de Toronto. Entre as ruas principais de College: Dundas West, Spadina e Bathurst, num local muito acessível, ele atrai pessoas não só de toda a Toronto, mas de todos os lugares do mundo. O charmoso mercado tem um caráter orgânico com uma miscelânea de lojas tipo “loja de mãe” e “lojas populares”, gravadoras de música punk, um grande número de lojas vintage e um dos melhores açougues de Toronto. O Kensington Market é um dos locais mais vibrantes de Toronto.

O que faz de Kensington Market um bom bairro?

1. Rodeado por ruas principais, o mercado é facilmente acessivel por veículos, bicicletas e a pé. Não há muitos locais de estacionamento na área, o que faz com que as ruas fiquem muito congestionadas. Existe um projeto da municipalidade para fazer do Kensington Market um local sem acesso de veículos.

2. Sendo uma área com uso misto, as ruas são ocupadas todo o tempo. Cartazes das lojas, baners, edifícios baixos e um espaço ajardinado central criam um oásis dentro da cidade. A grande diversidade dos espaços de convívio, com restaurantes, bares, clubes, quitandas, cafés dão ao lugar um caráter próprio. Existe um nível muito grande de envolvimento do bairro nos problemas no entorno do mercado e eles trabalham para manter o caráter específico do lugar.

3. A variedade de usos e atividades, incluindo o Lantern Festival, que abriga uma exibição de marionetes com shows políticos, clubes, bandas e uma galeria com shows artísticos e bandas ao vivo de estudantes. Kensington é a casa de filiados a partidos políticos, pessoas socialmente e politicamente engajadas, e por isso os cafés e os bares são incubadores de ativismo político.

4. Kensington Market é um local de muita sociabilidade. Com cafés, rodas de música, bares e locais para comer, as pessoas podem encontrar amigos sem querer passeando pelo mercado. Os donos ficam na porta de suas lojas conversando com amigos e com os passantes. As pessoas podem fazer compras ou simplesmente sentar e saborear um café num banco de rua.

História e passado

Originalmente era para ser o local de amplas casas no estilo rural inglês em amplos terrenos, mas Kensington Market acabou sendo dividido em pequenos lotes de terra com pequenas casas e tornou-se o local de moradia de um grande número de migrantes que chegaram à Toronto. Nos anos 20, 80% dos moradores eram judeus, e o local era conhecido como o Mercado Judeu. A área do mercado tem sido um local com alteração de população, o que fez com que ali se tivesse uma grande riqueza de culturas – Ucraniana, Húngara, Italiana e Portuguesa. Nos anos 60 Kensington Market escapou por pouco de uma reestruturação urbana de grande porte que pretendia derrubar as pequenas casas para construir prédios de apartamento. Nos anos 70 o bairro de Chinatown encostou no mercado e este se moveu para oeste em direção à Spadina West.

Hoje Kensington Market é uma miscelânea de várias culturas e idades. Você irá encontrar um grande número de lojas, incluindo comida, vestuário, comida saudável, costureiras e pátios e áreas ajardinadas contornados por casas. Hoje os moradores e donos de lojas trabalham para manter o mercado local e conseguiram evitar que grifes como a Nike lá se instalassem. Outros grupos estão trabalhando para evitar a gentrificação com projetos que reforçam a identidade local e o senso de lugar através de projetos de contadores de estórias e fóruns públicos online.

Para ler o n.º 1 desta série clique aqui/to read the n.º 1 of this serie hit here

Para ler o n.º 3 desta série clique aqui/ to read the n.º 3 of this serie hit here

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s