carmo8

Intervenção em cortiços 1 – São Paulo


De 2000 a 2004, gestão de Marta Suplicy na Prefeitura, a Cohab-SP conduziu a elaboração de projetos e obras em cortiços da cidade, com o objetivo de melhorar as condições de vida dos moradores. Um desses projetos foi elaborado em 2002 pelo escritório Hector Vigliecca e Associados para o cortiço conhecido como Casarão do Carmo, localizado na Rua do Carmo na Sé, centro da cidade. O projeto propôs a construção de dois edifícios de 3 andares no interior do lote, com a provisão de 26 unidades habitacionais (nessa gestão o projeto foi alterado e 4 unidades habitacionais foram eliminadas) e uma área construída de 1.143,30 m², além da reforma da casa que dá nome ao cortiço. A gestão atual, de Gilberto Kassab, não conseguiu ainda terminar a obra, como também não se definiu o que será feito do casarão.

O projeto de Vigliecca valoriza as obras históricas no triângulo das ruas do Carmo, Flores e Tabatingüera, ao contemplar uma passagem para pedestre que atravessa o casarão e forma uma praça. A porta do casarão passaria a ser um portal público, transformando suas dependências em área para uso comunitário. O intuito é criar, nas palavras do arquiteto,”um compromisso direto de todas as habitações com o espaço público”.Contudo, é bom que se diga, os moradores do cortiço não gostaram da idéia: queriam um portão no local, alegando problemas de segurança.

A questão do espaço público em nosso país, quem cuida? quem fiscaliza? quem garante segurança? ainda é muito complexa. Os moradores das cidades acham que é dever do poder público, e o poder público sabe que sem a ajuda dos moradores pouco pode fazer. E dessa forma projetos que tentam trazer soluções que privilegiam o usufruto da cidade e o respeito ao espaço público (ou semi-público) tendem a ser utopias em sentido estrito, ou seja, algo ideal que nunca acontecerá.

o casarão – fachada original

Veja o projeto elaborado.

vista do casarão, em cima à direita com o prédio que seria construído, em branco

A passagem interna ficaria aberta ao público

vista da entrada pública

a planta baixa, com os prédios e o casarão na frente

vista dos edifícios

o apartamento de 30 m²

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s