bairro novo diversidade-urbana-e-pluralidade-arquitetonica

O bairro novo – uma idéia abortada


Em 2004, na gestão Marta Suplicy, a Prefeitura promoveu um concurso de idéias para a urbanização de uma área da cidade de cerca de 878 mil m2, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, onde predominam terrenos vagos, galpões de depósito, campos de futebol e lotes irregulares, ainda que a área seja servida por boa infra-estrutura de transportes, com proximidade do Metrô e de corredor de ônibus.  A proposta era a execução de um “bairro novo”. O concurso foi ganho por 3 arquitetos consorciados: Euclides Oliveira – o principal arquiteto, Carolina de Mello Carvalho e Dante Furlan.

A partir da esquerda: Dante, Carolina e Euclides

O projeto vencedor deveria virar uma lei, uma revisão da Operação Urbana Água Branca. O concurso colocou como referência para os arquitetos uma série de questionamentos. Como deve ser o bairro ideal para se viver em São Paulo hoje em dia? Que tipo de circulação será privilegiada? Qual o desenho urbano e as características de seus espaços públicos? Além da reflexão teórica, o concurso deu diretrizes mais concretas para os candidatos, como a mistura de usos, de tipos de habitação e espaços públicos, além da necessidade de manter uma parte da área permeável, devido à característica geográfica do local, antiga várzea do rio Tietê.

Esta é uma vista da maquete eletrônica do projeto vencedor.

uma vista geral da área

O projeto previa prédios baixos e uma distribuição similar à das superquadras de Brasília. A linha férrea, que divide a Barra Funda em duas, seria rebaixada, integrando o bairro. Mas o projeto foi engavetado na gestão do prefeito José Serra/Gilberto Kassab.

o projeto previa a criação de parques e praças, e áreas ajardinadas no interior das quadras

Na concepção do projeto se previu que o bairro seria ocupado por 50 a 70 mil pessoas. A idéia era que houvessem habitações para as várias classes sociais, ricos e pobres poderiam conviver no mesmo espaço. As habitações populares ficariam nos mesmos blocos das outras moradias, em prédios que teriam no máximo 5 andares, além do térreo e do mezanino. O mezanino seria destinado a lojas, distribuídas ao longo de galerias sob os prédios.

vista dos prédios, com galerias internas destinadas ao comércio

O projeto também previa uma série de atividades que gerariam novos empregos no bairro. Foi proposto um hotel com centro de convenções, que seria, segundo Euclides de Oliveira, uma espécie de vitrine econômica do bairro.

Para promover o encontro entre os moradores, além das esquinas e dos locais comerciais, foram propostos seis praças no centro entre as quadras. Euclides de Oliveira disse a esse respeito o seguinte:

“Minha idéia era fazer praças temáticas. Uma delas teria plantas frutíferas que atraíssem pássaros; outra, espelhos d’água; e ainda outra, com banca de venda de flores.”

A previsão era que o bairro levaria 15 anos para ser construído, para que as árvores crescessem, para que tudo estivesse instalado. O projeto foi feito em 2004, mas a gestão Serra/Kassab aposentou a idéia, deixando que as construtoras venham a fazer prédios sem um maior planejamento na área, só tendo que obedecer a lei de zoneamento, que não garante um padrão estético para o bairro. Perdeu a cidade e perdeu a população, que verá mais um trecho da cidade, ainda pouco ocupado, ser transformado ao sabor do mercado imobiliário.

(agradeço ao Arquiteto Dante Furlan o envio das fotos e elementos para consulta)

8 pensamentos sobre “O bairro novo – uma idéia abortada

  1. gostaria se possível deste projeto para fazer um estudo de caso para faculdade

  2. Olá, boa tarde. Sou estudante de Arquitetura e tenho que fazer uma maquete sobre essa operação. Vocês poderiam, por favor, dar mais detalhes? Desde já, agradeço.

  3. Caros colegas Carolina e alexandre, lí apenas agora a mensagem de vocês, fico a disposição caso necessitem de material sobre o projeto Bairro Novo.

    Um abraço

    Dante

  4. Carolina, estou fazendo TFG também nessa área e tenho alguns materiais interessantes. Podemos nos contactar!

  5. Olá , me chamo Carolina e to fazendo meu TFG de urbanismo, fiquei muito interessada nesse projeto pois tem tudo haver com a minha ideia, por favor gostaria de saber onde consigo mais detalhes sobre esse projeto, ficaria imensamente agradecida com a sua resposta.

  6. Olá
    me chamo Marina sou arquiteta e moro ha cinco anos em Barcelona, vi o projeto e teria muito que comentar uma vez que vejo um paralelo a reticula Cerdá. Gostaria muito, é saber onde posso conseguir informaçoes a respeito do Bairro.
    É uma luta conseguir informaçoes pela internet, e estou realizando uma tese a respeito do Bairro Barra funda e novo plano urbano de Barcelona 22@ Poble nou, é um pararelo entre os dois lugares.
    Assim que qualquer colaboraçao seria muito bem vinda

    muito obrigada
    marina Aldrighi

  7. É lamentável a forma como os nossos governantes entregam a cidade à especulação urbana que nada faz para melhorar as formas de morar, de circular e de qualificar os espaços de uso públicos! Um verdadeiro desastre a nossa política urbana! Basta olhar com um pouco de atenção para alguns países mais desenvolvidos como França, Holanda, Alemanha e Dinamarca para ver como as coisas neste setor poderíam ser muito melhores se houvesse um planejamento prévio!

    A propósito, estou relendo o livro Densidade Urbana – um instrumento de planejamento e gestão urbana do Claudio Acioly e Forbes Davidson (IHS – Institute for Housing and Urban Development Studies) e recomendo a leitura deste título à todos aqueles que tem interesse na questão, o livro é bem esclarecedor!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s